Significado das Faixas no Karatê

Significado das Cores das faixas no Karatê.

As faixas são apenas demonstrações do nível de aprendizado?

O que significa que o Karateka deve honrar sua faixa no contexto de mérito pelo seu de conhecimento adquirido no karate aonde seu Sensei responsável o avaliou e o graduou.

As graduações são bem específicas e variam de estilo para estilo em cores sequências e carências. Infelizmente não só no Karate ou outras artes marciais vemos muitos “professores” ou na verdade digamos “pseudo-professores” que possuem certas graduações sem ter o mínimo conhecimento de técnicas, compatíveis com a sua faixa, o verdadeiro professor de Karate deve conhecer todos os katas do seu estilo e conhecer um tanto básico de bunkai (aplicação real do kata), além dos kihons e técnicas específicas de seu estilo ou linhagem, pois somente Kumite (lutas) não faz o “mestre” pois o professor de Karate que é digamos “bom” de kumite é ruim de kata e vice-versa, isto é MITO! Pois devemos diferenciar “atletas” de “mestres”. O atleta está engajado em competições esportivas e muitas vezes fica a cargo de patrocínio ele DEVE ser bom em kata ou Kumite dependendo de sua escolha, porém o mestre deve saber de tudo, conhecer as artes do combate e de técnicas como o kata por exemplo, pois o mestre (sensei) que forma o atleta e NUNCA será ou foi o contrário! Além do Sensei ser responsável sempre por um grupo de alunos e ter o compromisso em manter as tradições do estilo e ou linhagem cultivadas e ensinadas através de técnicas específicas (Kata,bunkai,kihons,etc…). Pois o kumite esportivo ainda consegue levar um pouco da essência marcial, porém é IMPOSSÍVEL distinguir a linhagem ou estilo de cada atleta numa competição de Kumite, as vezes nos damos conta do estilo do atleta apenas se vermos o emblema em seu kimono isso já não acontece se compararmos ao Kata ou kihons que levam sua essência em 100% e é específico e ÚNICO.

Digamos de passagem que para tudo nesta vida, sempre aparecem pessoas que se intitulam o que não são e que existem os corretos e os incorretos. Mas isto é já um problema de caráter social e presente nos relacionamentos humanos de todas as culturas pelo mundo. Porém toda entidade e professor que deve ser considerada “séria” é aquela que mantém as raízes do conjunto de técnicas, com kihons e katas padronizados e promovem cursos, seminários e atualizações sempre visando melhorar e aprimorar a qualidade de suas técnicas de acordo com o seu estilo e linhagem, sempre respeitando e reconhecendo as demais sem interferir nas outras.

Também é importante aquele que está iniciando no Karate que procure se informar sobre o passado de seu professor e a que entidade ele faz parte, pois isto é um indicativo de sua seriedade e compromisso em manter a essência do Karate. Alguns países possuem muitas entidades e digam-se que existe a “melhor” ou seja a entidade que é ligada a “WKF” isto é MENTIRA, pois não existe  ‘Karate oficial” ou “Karate verdadeiro” a entidade que é ligada a “WKF” apenas significa que ela participa de competições desta federação, e a “WKF” não está e nunca estará interessada em manter as tradições de estilo e linhagens se resume apenas em “competições” MAIS NADA! As entidades que possuem matriz no Japão (Okinawa ou Toquio) e sendo reconhecidas pelo ministério da cultura Japonesa são estas que são de fato “OFICIAIS” . Se o seu professor só é ligado a “WKF” verifique se ele possui algum enraizamento em alguma linhagem ou estilo pois DUVIDE, a “WKF” não é estilo e apenas uma federação de competição, porém existem algumas entidades espalhadas pelo mundo preocupadas em juntar os dois… Ai é outro assunto pois são POUQUISSIMAS preocupadas com o futuro do Karate.

Pois o Karate não é uma coisa simples… Tipo uma vez que voce se forma faixa preta não significa que voce aprendeu tudo, pois o Karate está em sempre movimento e dinamismo, o que voce aprende hoje com o Karate amanhã terá de ser reavaliado e aperfeiçoado, e com isso voce deve se preocupar e estar atento se o seu professor tem isso em mente. Por isso é muito simples explicar o que a faixa é porém seu significado é profundo tendo sua origem na cultura e filosofia oriental. O verdadeiro Faixa preta deve ser amigável, simpático, amigo, humilde e nunca se envolver em problemas, ou falar mal de outros professores de karate pois voce será o exemplo de uma legião de seguidores onde principalmente as crianças o obedecerão em algumas situações mais do que seus próprios pais. Por isso procure sempre isso no seu professor!

Texto traduzido e extraído da Traditional karate Magazine, 2009 – Uk – “belts, masters and students”
 
 
                                                                                              ***
                                                                SEUS SIGNIFICADOS NO KARATE
 

Branca (Mukyu): A Pureza. Trata-se da cor que reflete todas as cores. Demostra a ingenuidade do iniciante, e a mente limpa para receber todo o aprendizado que virá.

O branco reflete todas as cores. A própria cor dessa faixa indica que o seu portador ainda possui a ingenuidade e deve procurar manter a mente limpa. Entretanto, ele tem em potencial, todas as cores das demais faixas posteriores e, assim como o fogo está na pedra, cabe a ele, fazê-lo brotar através da fricção do treino árduo.

A busca nesse grau é pela purificação e transformação, diante do infinito conhecimento que tem diante de si. Essa faixa nos diz que o iniciante deve buscar a humildade e a imaginação criativa, através da limpeza e da claridade dos pensamentos. É a cor síntese do arco-íris e a mais associada ao sagrado, pois simboliza paz, pureza, perfeição e especialmente o absoluto.

Ela nos diz que devemos buscar a pureza, sinceridade e a verdade. Repelindo os pensamentos negativos, procurando elevá-los, para que encontremos o equilíbrio interior, segurança e desenvolvamos o instinto e a memória.

O branco simboliza uma espécie de coringa, para todos os propósitos, é o substituto para qualquer cor, assim como uma tela em branco esperando para ser pintada.

Amarela (6º Kyu): O Sol. Da mesma forma que o sol nasce todos os dias, o seitôwa (aluno) dessa graduação nasce para o Karate dando inicio a longa caminhada em seu aprendizado.

Essa faixa, pela sua vibração, dá mais energia física, mostrando que agora, mais do que nunca é necessária força de vontade para não desistir da conquista dos seus ideais. Persistência, força física, estímulo e poder são seus traços típicos.

Assim como o sol nascente, o conhecimento começa a aflorar para o iniciante. Agora ele pode vislumbrar um pouco da iluminação da descoberta e da realidade do que é o Karatê. Entretanto, assim como o amarelo é uma cor primária, isto é, não pode ser formado pela mistura de outras cores, ele também deve manter-se puro dentro da escola de Karatê que escolheu ainda evitando misturar outras coisas aos conhecimentos que está recebendo para não se confundir dentro do verdadeiro Karatê.

Laranja (5ºKyu): Após o final da tarde, onde o Sol nasce o Sol deve se pôr.

Nesta Graduação nos mostra que com o despertar do amarelo (Sol) há o progresso e ordem natural da natureza que tudo que se aflora como uma flor também murcha. Mostra principalmente que o laranja seria o segundo passo numa longa jornada que depende de voce continuar repeitando as regras da natureza. Mostra o convívio de todos e com todos ser sempre vivo como sua cor significa, ativo e resplandecente é cor yang que provém do vermelho. A cor laranja mostra ao praticante que ele deve fortalecer as energias e a sua vontade de vencer. A cor laranja está situada entre o elemento fogo e o elemento terra, portanto, carrega um pouco das características dos dois elementos. Também é uma cor Yang.

Azul (4º Kyu): O Céu. Vasto e sem limites, ao mesmo tempo que indica tranquilidade, paz e segurança, mostra o quanto de conhecimento ainda se pode obter. Não há um limite.

Nos diz que devemos procurar o sucesso no treino diário, agilidade, adaptabilidade, estimulação, atração e plenitude.

Essa cor também simboliza aquilo que o praticante deve buscar: o encorajamento, estimulação, robustez, atração, gentileza, cordialidade e tolerância, pois o azul traz calma e paciência se olharmos ao horizonte um dia ensolarado.

Esta é a cor da comunicação, do calor afetivo, do equilíbrio, da segurança e da confiança. Quem chega nessa faixa deve acreditar que agora tudo é possível, pois essa cor estimula o otimismo, generosidade, entusiasmo e o encorajamento.

A cor azul mostra ao praticante que ele deve fortalecer as energias e a sua vontade de vencer. A cor azul está situada entre o elemento fogo e o elemento terra, o céu divide estes elementos portanto, carrega um pouco das características dos dois elementos. Porém é uma cor Yin.

Verde (3º Kyu): A Natureza. Representa o crescimento e desenvolvimento do aluno. Este deve procurar amadurecer seu conhecimento e aprofundar-se na consciencia que têm de si próprio, deixando de lado definitivamente hábitos de arrogância e orgulho.

O verde é uma cor que representa Esperança e a Fé. É a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Ela simboliza harmonia e equilíbrio.

Essa cor, que nos chega depois das cores quentes iniciais, nos dá a impressão de que chegamos a um oásis, depois de atravessar um árduo deserto, mas devemos saber que ainda há mais deserto a vencer.

Ela também representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança e satisfação, fertilidade. O portador deve procurar desenvolver a sua sensibilidade para se comunicar com a natureza interna e externa a si mesmo.

Significa também a harmonia em que devemos estar com ela, junto com o ar, a água e o fogo, elementos da vida que proporcionam bem-estar ao ser humano.

Essa cor simboliza uma vida nova, a energia, a fertilidade, o crescimento e a saúde. Por outro lado, quando em mau aspecto, mostra um orgulho excessivo, superioridade e arrogância.

O verde é ligado ao elemento madeira e a primavera.

Representa o crescimento, desenvolvimento, natureza e saúde. Também significa a etapa da juventude, estando relacionado a este estado emocional, mostrando assim, que os conhecimentos ainda não se encontram bem claros ou maduros para os praticantes. Ainda lhes falta amadurecer mais e delineá-los melhor.

Roxa (2º Kyu): A Humildade. Mistura de vermelho e azul, os karate-kas que atingem esse nível devem ter plena consciencia do significado da humildade, sinceridade e devoção ao caminho do guerreiro. Devem ser capazes de dominar o ego.

Ela gera sentimentos como respeito próprio, dignidade e auto-estima.

Esta é uma cor metafísica. É também a cor da alquimia, das transformações e da magia. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual.

A cor violeta é excelente para purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental.

Simboliza: dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação. Quando em mau aspecto determina manias e fanatismo.

Representa o mistério, expressa a sensação de individualidade, influenciando emoções e humores, mas também simboliza a dignidade, a inspiração e justiça. Gera tensão, poder, tristeza, piedade, sentimentalidade.

Tendo isso tudo em mente, a cor desta graduação nos indica que devemos encontrar novos caminhos e elevar nossa intuição espiritual.

Marrom (1º Kyu): A terra. É a cor da solidificação. Onde o praticante finca as raízes de todo o conhecimento adquirido até aqui e o torna sólido como uma rocha.

É a cor da solidificação. Representa a constância, a disciplina, a uniformidade adquirida e a observação das regras mantidas até aqui. Representa a conexão do praticante com o patrono do estilo que lhe foi passado, representado por seus mestres.

Para criar essa cor, você precisa misturar o vermelho com o preto e, portanto, ela tem alguns dos seus atributos. Também representa a autocrítica e a dependência dos mestres para chegar até aqui. Significa que se está completando o processo de amadurecimento, tanto nos conhecimentos técnicos quanto no aspecto mental, neste caso simboliza a mistura do vermelho (o sangue que voce dedicou seus treinamentos) com a cor preta que é a mistura de todas, nos diz da necessidade de aprender sempre mesmo alcançando o objetivo  neste caso a faixa preta, ou seja ter sempre em mente a vontade de ser faixa preta como se voce fosse um eterno faixa marron.

Essa faixa, pela sua cor, emana a impressão de algo maciço e denso, compacto.

Sugere segurança e isolamento. Representa também uma poluição que deve sempre ser limpa, através da prática fiel aos princípios do Budô.

Uma pessoa que gosta de vestir-se com marrom por certo é extremamente dedicada e comprometida com o seu trabalho, sua família e seus amigos.

A cor marrom gera organização e constância, especialmente nas responsabilidades do cotidiano. As pessoas que gostam de usar essa cor são capazes de ir “à raiz das coisas” e lidar com questões complicadas de forma simples e direta. São pessoas “sensatas”.

Preto (Yudansha – 1º Dan e consequintes): É a mistura de todas as cores, representando humildade, autocontrole, maturidade, serenidade, disciplina, responsabilidade, dignidade e conhecimento. É o karateka que conseguiu dominar os conhecimentos da arte e introduzir a filosofia e ensinamentos em seu espírito.

É a junção de todas as cores. Enfim o corpo e a mente chegaram ao final de uma jornada e ao início de outra mais elevada. A faixa na cor preta, representa humildade, autocontrole, maturidade, serenidade, disciplina, responsabilidade, dignidade e conhecimento. É a cor do poder, induz a sensação de elegância e sobriedade. Onde o que está fora não entra e o que está dentro não sai.

Observa-se que na maioria das sociedades ocidentais, o preto quase sempre é a cor da morte, do luto e da penitência, mostrando assim o estado mental de quem atingiu essa graduação.

Em geral, essa cor é usada por pessoas que rejeitam as regras convencionais ou são regidos por outras normas sociais, como é o caso dos padres ou dos guerreiros que seguem o Budô.

Essa cor também nos dá uma noção de tradição e responsabilidade. É a ausência de vibração da “não cor” que dá a sensação de proteção ou afastamento.

Por outro lado, absorve, transmuta e devolve as energias negativas, transformadas em positivas.

A meditação nessa cor permite a introspecção, favorece a auto-análise e permite um aprofundamento do indivíduo no seu processo existencial.

Remove obstáculos, vícios e emoções não desejadas. O excesso traz melancolia, depressão, tristeza, confusão, perdas e medo. A cor preta relaciona-se ao elemento água que adapta-se a todas as formas e contorna todos os obstáculos. É o símbolo do máximo Yin.

Maneiras de se amarrar a faixa

Existem diversas maneiras de se amarrar a faixa de karate, na verdade a forma que amarramos não interfere em nada e não existe “forma correta” seria o mesmo que dizermos que existe somente uma forma correta de dar nó em uma gravata. isto é particular de cada um pois o mais importante é deixar o nó para frente.

Vejamos as formas:

***

***

***

***

 

Anúncios